A vida sem Tite: contra o Flu, auxiliar vai manter ideia de técnico da Seleção

A figura de Tite não estará mais à beira do gramado, mas o Corinthians terá o mínimo possível de mudanças para a partida desta quinta-feira contra o Fluminense, às 20h, em Brasília. O auxiliar Fábio Carille será o técnico interino e vai substituir o novo comandante da seleção brasileira até que o clube escolha um sucessor.

LEIA MAIS: Presidente veta Mano Menezes e não descarta Fernando Diniz ou gringo

Carille está no Corinthians desde 2009 e conviveu com Tite durante duas passagens dele pelo clube – entre 2010 e 2013 e desde 2015. Ambos compartilham de conceitos parecidos, e Carille não pretende mudar o estilo de jogo do Timão.

Balbuena e Elias voltam de suas seleções após a disputa da Copa América, e essas são as alterações, sensíveis, às quais o Corinthians vai ter de se acostumar nas próximas rodadas.

Na defesa, Yago trocou de lado por causa da saída de Felipe. Acostumado ao lado esquerdo, ele vai jogar pela direita para dar espaço a Balbuena. Os dois dizem não se importar com o setor da defesa que ocupam. A princípio, o padrão será mantido.
 

+ Corinthians anuncia saída e confirma Tite como novo treinador da Seleção
+ Presidente do Timão anuncia de Tite e dispara: "Estou puto com a CBF"
+ Em reunião no CT do Corinthians, Tite se despede do elenco; veja as fotos
 

No meio-campo, Elias volta para ocupar seu lugar cativo como segundo volante. O Corinthians treinou na quarta-feira como vinha jogando nas últimas partidas – dois jogadores mais recuados e três meias. A diferença é que sem Cristian, machucado, Bruno Henrique terá de ocupar novamente a função de primeiro volante.
 

Sem Tite, Corinthians vai manter padrão tático contra o Fluminense (Foto: GloboEsporte.com)
Sem Tite, Corinthians vai manter padrão tático contra o Fluminense; Balbuena e Elias voltam


 

Mais à frente, Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel trocam de lado – pelo menos na formação inicial. O primeiro vai para o lado direito, onde estava acostumado a jogar desde o início do ano, e o segundo fica na esquerda. A ideia, porém, é manter a movimentação do trio formado por eles e Guilherme, que fica centralizado.

Fábio Carille conta com a simpatia dos jogadores, mas só deve treinar o Corinthians contra o Fluminense. No máximo, contra o Botafogo, no próximo domingo. A cúpula alvinegra prefere mantê-lo na comissão técnica permanente, apesar de ele já ter manifestado o desejo de ser treinador principal num futuro próximo.

Pensando a médio e longo prazo, a ideia da diretoria é causar o menor impacto possível no elenco e contratar alguém que represente a continuidade do atual modelo de jogo – com pressão na saída de bola adversária, variações entre o 4-1-4-1 e o 4-2-3-1 e intensidade durante os 90 minutos das partidas.

Um dos nomes mais afeitos a essa filosofia foi vetado logo de cara pela diretoria: Mano Menezes, com duas passagens pelo Corinthians, não tem bom relacionamento com o presidente Roberto de Andrade, que descartou o ex-técnico do Timão durante entrevista coletiva.

O mandatário quer alguém que tenha atenção a detalhes como Tite costumava ter em campo, dando suporte até àqueles reservas pouco utilizados durante a temporada. Substituir o técnico mais vitorioso da história do Corinthians não será tarefa fácil.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/corinthians/noticia/2016/06/vida-sem-tite-contra-o-flu-auxiliar-vai-manter-ideia-de-tecnico-da-selecao.html


© Copyright 2018 | Fabio Carille Escola de Futebol - Sertãozinho, SP
ARO Eleven - Marketing Digital